Resolva Ja Assessores Resolva Ja        
    RESOLVA JÁ ASSESSORES
    (11) 3297-4034
    Av. Iraí, 79, Cj. 13B/2, Moema.
    São Paulo - SP
    04082-000
          Resolva Contato@Resolva-Ja.com.br
  PÁGINA PRINCIPAL  

ABUSIVIDADE FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO

 
     

Cobrança de juros abusivos e as cláusulas abusivas do contrato

Revisão do Saldo Devedor e Parcelas

 
  QUEM SOMOS   As instituições financeiras costumam utilizar a tabela price para obter É possível identificar contratos onerados, em média, de 30% a 40%  
      prestações iguais e sucessivas, mas, que incorporam a capitalização de do valor atualmente cobrado pelo credor.  
  CONTATO   juros pactuadas.    
      São cálculos de amortização com aplicação de juros compostos. Além da Recálculo e revisão da dívida para pagamento pelo valor correto.  
  CONSUMIDOR   parte devida do valor, se paga juros sobre juros. Solicite informações sobre a perícia legal e financeira do contrato.  
      Os juros obtidos por meio desta prática, são somados ao capital e . Nesta análise verificaremos as soluções possíveis, para, em seguida,  
  ASSESSORIA IMOBILIÁRIA   incorporam a base para o cálculo da nova contabilização dos juros devidos verificar a viabilidade de revisão do contrato.  
      Nos financiamentos imobiliários, a capitalização de juros também é      
  SUPORTE LEGAL   considerada inconstitucional pelo STF (Superior Tribunal Federal).   Outras situações em que o contrato pode ser abusivo:  
      O Decreto 22626/33 estabelece que é proibido contar juros dos juros ; esta   ABUSIVIDADE EM AQUISIÇÃO DE IMÓVEL NA PLANTA  
      proibição não compreende a acumulação de juros vencidos aos saldos   DÍVIDA DE CARTÃO DE CRÉDITO  
      líquidos em conta corrente de ano a ano.   DÍVIDA DE CHEQUE ESPECIAL, EMPRÉSTIMOS  
     

Recálculo do Financiamento

     
É realizada a perícia legal e financeira do contrato, para recálculo do   COMO SE LIVRAR DOS JUROS ABUSIVOS  
contrato com a identificação das regularizações a serem solicitadas.      
Solicitamos que a tabela price seja substituída pelo cálculo da prestação      
constante a juros simples, e, as taxas e encargos pagos indevidamente      
compensados, gerando o saldo devedor correto.      
       
O STJ assim decidiu: O recorrente, como instituição bancária está      
submetido às disposições do Código de Defesa do Consumidor, não      
porque seja fornecedor de um produto, mas porque presta um serviço      
consumido pelo cliente, que é o consumidor final desses serviços, e seus      
direitos devem igualmente protegidos como o de qualquer outro.      
       
Faça a perícia legal e financeira e identifique as possibilidades de revisão da dívida.
     
       
Revise as cláusulas contratuais e valores abusivos. Solicite a devolução das taxas ilegais cobradas indevidamente.  
   
                   
      QUEM SOMOS JUROS ABUSIVOS CONSUMIDOR IMOBILIARIO SUPORTE LEGAL ADVOGADO ON LINE  
  RESOLVA JÁ ASSESSORES   CONTATO IMOBILIÁRIO REPARAÇÃO DANOS IMÓVEL NA PLANTA PERDAS PLANO COLLOR ADVOGADO DE FAMILIA  
  (11) 3297-4034   INDICAÇÃO DE CLIENTES CARTÃO DE CRÉDITO CODIGO CONSUMIDOR        
  Av. Iraí, 79, Cj. 13B/2, Moema.   RFS ADVOCACIA CHEQUE ESPECIAL        
  São Paulo - SP                
  04082-000                
  Contato@Resolva-Ja.com.br                
  Valid HTML 4.01 Transitional